terça-feira, 30 de novembro de 2010

O iPad da Apple chegou até nós





É hoje notícia: a Fnac e a Worten começaram a vender o iPad da Apple.
Sabe-se que permite escutar rádio e aceder à Internet, bastando escolher o modelo pretendido. 
Contam que já fez diminuir a venda de portáteis, por ser pequeno e leve. Noticiam que os preços variam entre €499,00 e €799,00 e que não se registam filas, nos pontos de venda. Anunciam que os meios de comunicação social preparam conteúdos (pagos) para o iPad e que esperam aumentar, assim, o número dos seus leitores.
Não há que temer o fim dos livros ou dos jornais. Todos os suportes, afinal, concorrem para um mesmo objectivo: acesso a informação, promoção da leitura. 
Segundo os editores, um e-book tem um custo de produção menor do que o livro em papel, excepto quando inclui conteúdos e actividades que implicam o trabalho de uma equipa multidisciplinar - uma tendência que se expande. 
Acrescidos aliciantes para captar jovens leitores... 

A notícia está aqui.

2 comentários:

Teresa Teixeira disse...

E a tecnologia conquistou-a... :)

Manuela Caeiro disse...

Mais uma vez, aponto a boa mestra que tive... que me fez ficar atenta a bibliotecas digitais, acessos pagos...
Só a nota não revela quanto aprendi!... :-)))